FICOO 2017: Poder da Parceria

O Festival Internacional da Cooperação é uma iniciativa do Projeto Cooperação em parceria com outras instituições. O FICOO acontece a cada 18 meses, em diferentes regiões do país a cada edição. É inspirado pela necessidade de reunir as diversas redes e organizações dedicadas ao desenvolvimento humano sustentável, pacífico e colaborativo. É um momento de partilha, comunicação, atualização, renovação, e também de confraternização.

Por meio de um conjunto diversificado de palestras, rodas de conversa, oficinas, painéis, feira de serviços e produtos, apresentações artístico-culturais, vivências e outras intervenções colaborativas, potencializa experiências e estimula a convivência e o trabalhar juntos para o bem comum.

Por quê e para quê?

 

  • Porque atualmente estão existindo cada vez mais iniciativas focando a transição do paradigma da competição para uma nova cultura da cooperação.
  • Porque o tema da cooperação e colaboração influenciam diretamente o estilo de vida na sociedade moderna;
  • Porque apesar das facilidades criadas pelas modernas tecnologias de colaboração,
    persiste a necessidade do encontro físico e direto uns com os outros. Afinal cooperação se faz no encontro entre as pessoas;
  • Pela urgente necessidade de abordar, por meio da integração de esforços colaborativos, os grandes temas globais uma vez que nenhuma nação ou grupo isolado será capaz de solucioná-los adequadamente;

O principal objetivo do FICOO é reunir pessoas e organizações para compartilhar conhecimentos e experiências a respeito da prática da cooperação no mundo.

Além disso, o FICOO tem os seguintes objetivos específicos:

  • Valorizar e estabelecer um íntimo relacionamento com o lugar onde ele é realizado, integrando na sua programação a cultura, a economia e o exercício de cidadania da comunidade local.
  • Ser em si mesmo um laboratório de mútuas aprendizagens e descobertas como-uns. Desde sua concepção, até a sua efetiva realização, este evento é desenvolvido de um modo colaborativo refletindo, nele próprio, os saberes e sabores do praticar a cooperação e a convivência no dia-a-dia.
  • Gerar diversos Projetos de Cooperação abordando temas de relevância local e global que possam contribuir para promover o bem- comum.
  • Ser uma contribuição não para um mundo melhor no futuro, mas para que o melhor do mundo no presente possa aconteSer agora e aqui, entre a gente!

Tema 2017: Poder da Parceria

 

O FICOO 2017 é um chamado para a conversAção. Para colocar em prática a capacidade coletiva de restaurar e fortalecer relações de parceria e potencializar nossas habilidades de colaboração para jogarmos juntos o jogo deste novo tempo, um jogo onde ou todo mundo ganha ou todo mundo perde.

Desde o “apagão” em escala nacional, até os “trovões” da guerra no estrangeiro; da poluição dos carros à corrupção dos cargos; do barulho na sala de aula ao silêncio desejado da hora do intervalo; da falta de água aos excessos da liquidez econômica; da violência dentro de casa à busca de paz mundial; estamos nos deparando com uma nova ordem de desafios que somente poderão ser superados pela força e beleza da parceria e colaboração.

Estamos tendo agora a oportunidade para reativar este Poder da Parceria, que não está em um, nem no outro, que está no EntreNós, no espaço recriado quando nos encontramos como aliados e solidários e não mais como concorrentes e adversários.

Há muitos jeitos e lugares para vitalizar a parceria e a colaboração. O FICOO é apenas mais um deles… pra gente, é o jeito e o lugar que escolhemos para em comum-unidade, fazer isso aconteSer!

Mito

Em tempos imemoriais, tribos viviam nômades pela Terra. O ser humano vivia em harmonia com a natureza e com seus semelhantes. Reinava a paz, a cooperação e o equilíbrio no planeta.
Muitas vezes, várias dessas tribos se reuniam em grandes encontros que duravam muitos dias. Era quando celebravam a coexistência, compartilhavam suas melhores experiências e criavam novas soluções para facilitar a vida de todos e cuidar do bem comum.
Ali pulsavam a diversidade e o genuíno interesse de uns pelos outros. A alegria, o aprendizado e a boa convivência estavam sempre presentes.
Uma vez, a conexão foi tão grande que, contrariando a tradição, muitas famílias resolveram não partir de volta com suas tribos. Permaneceram para fundar ali o primeiro povoado que se tem notícia.
Por causa da sinergia entre os diferentes, da diversão e do compartilhamento verdadeiro que ali viviam, deram o nome a esse lugar de DiverCidade.

Durante gerações, a DiverCidade foi o ponto de re-união de inúmeras tribos. Mas chegou um tempo em que as peregrinações de tribos até Diver foram diminuindo, até pararem completamente.
O sonho do FICOO é contribuir para recriar e reviver no planeta a experiência da DiverCidade, quando o ser humano atendia suas necessidades em parceria e cooperação uns com os outros e com a natureza.
A ousadia deste sonho não é apenas reunir todas as tribos para experimentarem a DiverCidadania. Mas também, assim como acontecia há milênios atrás, repetir periodicamente este encontro e experiência. É ser um Festival da Comum-União, com cada vez com mais tribos e mais participantes para servir de constante inspiração para cada um de todos nós e em todos os lugares.
Se você está aqui, é porque já tem consciência da sua origem Diver.
É porque de algum modo, sente atração por experiências Divergentes, Divertidas e Diverdade… sente-se preenchida pelo prazer de InterSer com os iguais e com os diferentes… sente vontade de compartilhar experiências, trocar saberes, vivenciar sabores, praticar transformações e celebrar o VenSer juntos!
Assim, não é à toa que nos reencontramos agora. Você e nós, estamos aqui, juntos, para fazer o FICOO aconteSer mais uma vez!

Visão

Colaborativo e Sustentável: A Colaboração está presente em todas as relações e em todas as instâncias criativas e operativas do evento. E para ser colaborativo é preciso ser sustentável: ética, econômica, social, ambientalmente.

Ousado e Focado: Não queremos segurança, nem loucura, só queremos aventura! Queremos abordar temas complexos, desafiadores e aparentemente impossíveis e improváveis. Nossa causa como-um é transformar ambientes e relações individualistas e competitivas, em relações solidárias e colaborativas.

Simples e Maravilhoso: Nosso desafio é realizar algo incrivelmente simples e possível para que qualquer pessoa se sinta encorajada a participar e contribuir. Ao mesmo tempo, tão maravilhoso e admirado porque foi feito coletivamente.

Produtivo e Divertido: Nos dedicamos para que os frutos de nossa colaboração possam causar as necessárias e desejadas transformações no mundo: no de fora e no dentro. De que jeito? De um jeito divertido, pra todo mundo, sem exceção! Porque acreditamos que no fundo toda brincadeira tem um fundo de verdade e que é a verdade que nos interessa. Por isso, levamos muito a sério o poder de brincar-trabalhar uns com os outros ao invés de uns contra os outros.

Realização

Projeto Cooperação

 

O Festival Internacional da Cooperação é uma realização do Projeto Cooperação com o apoio de instituições parceiras.

Nesta segunda edição, em 2017, o FICOO será realizado em Florianópolis, Santa Catarina, em parceria com o Centro de Desportos da Universidade Federal de Santa Catarina.

O Time de Focalização do FICOO 2017 é composto por integrantes do Projeto Cooperação e colaboradores convidados: Yasminn Bistricky, Tiê Franco Brotto, Rafaela Pinheiro, Fábio Brotto e Cambises Bistricky.

Desde 1997, quando foi fundado, o Projeto Cooperação dedica-se ao desenvolvimento de serviços e produtos
para promover a cooperação em diferentes contextos. E difundir o know-how adquirido, promovendo educação corporativa, eventos e cursos de pós-graduação em todo o Brasil. Ao longo de 20 anos, o Projeto Cooperação tem realizado diversos outros eventos, todos centrados na causa da cooperação, destacando-se:

  • 1995 – I Clínica de Jogos Cooperativos, em São Paulo. Parceria: Centro de Práticas Esportivas da USP.
  • 1999 – I Festival de Jogos Cooperativos, em Taubaté-SP. Parceria: Sesc-SP e Cooperando.
  • 2001 – II Festival de Jogos Cooperativos, em Taubaté-SP. Parceria: Sesc-SP, Cooperando e Alegria – Cooperação e Lazer.
  • 2003 – I Circulando Cooperação, em Petrópolis-RJ. Parceria: Sesc-RJ.
  • 2004 – III Festival de Jogos Cooperativos, em Bertioga-SP. Parceria: Sesc-SP, Cooperando, Alegria-Cooperação e Lazer e Revista de Jogos Cooperativos.
  • 2005 – II Circulando Cooperação, em Belém- PA. Parceria: Governo do Estado do Pará.
  • 2006 – III Circulando Cooperação, em Florianópolis-SC. Parceria: Sesc-SC.
  • 2008 – IV Circulando Cooperação, em Santo André-SP. Parceria: Secretaria de Direitos Humanos da Câmara dos Vereadores de Santo André-SP.

Como foi em 2015

 

Alguns números

  • 289 Participantes
  • 20 Voluntários
  • 30 Palestrantes e Facilitadores

Oficinas

  • Andrea Leoncini: Danças Circulares
  • Daniela Ferraz: Social Lab
  • Dominic Barter: Comunicação Não Violenta
  • Frank Viana: Aprendizagem Cooperativa
  • Heloisa Gappmayerr Biscaia: Arte De Anfitriar
  • John Croft e Lizandra Barbuto: Dragon Dreaming
  • Reinaldo Soler: Jogos Cooperativos
  • Renato Milsoni: Liderança Colaborativa
  • Roberto Gonçalves Martini: Pedagogia da Cooperação
  • Rodrigo Alonso: Filosofia Elos
  • Tamara Azevedo: Co-Criação e Inteligência Coletiva
  • Ximena Dávila e Cristobal Gaggero: Biologia Do Amar

Conferências

  • Augusto de Franco: A Cooperação em uma Sociedade em Rede
  • Humberto Maturana e Ximena Davila: Biologia-Cultural Fundamento de um Fazer Colaborativo
  • John Croft: Cooperação, a grande virada!

FICOOx

  • Edgard Gouveia Junior: Play The Call
  • Oswaldo Oliveira: Economia Colaborativa
  • Vinícius de Paula Machado: Práticas de Cooperação pelo Mundo

E mais

  • Rodas de Diálogo
  • Co-Laboratório de Vivências
  • Feira de Boas Práticas Cooperativas
  • Festa DIVER
  • FICOO Família

Parceria

Prefeitura Municipal da Estância de Atibaia

Apoio

Coiris, CoCriar, Escola de Diálogo, Escuela Matriztica, Libélula Produções, Matriztica Organizaciones e Reos Partners